Free Hit Counter
América do SulBrasil

GUIA DE VIAGENS: RIO DE JANEIRO

Rio de Janeiro, A cidade maravilhosa !

Das praias mundialmente famosas de Copacabana e Ipanema ao magnífico cume do Corcovado com a lendária estátua do Cristo Redentor, o Rio combina grandes atrações naturais com uma metrópole extensa que o torna um dos destinos mais visitados do mundo.

O Rio de Janeiro é popular entre as pessoas que viajam de mochila às costas, vêm para o carnaval ou apenas passam as férias aqui. Atende a todos os tipos de turistas.

O Rio de Janeiro tem muito a oferecer aos viajantes e é uma cidade emocionante. Não se apresse em sua visita. Há muito para ver, especialmente quando você leva em consideração todos aqueles dias preguiçosos na praia.

Infelizmente, o Rio de Janeiro ficou muito caro nos últimos anos, mas este guia de viagens pode ajudá-lo a planejar melhor sua viagem, reduzir seus custos e ainda ter o melhor tempo na cidade.

5 coisas para ver e fazer no Rio de Janeiro

1. Comemore o Carnaval do Rio

O carnaval carioca é um dos mais famosos do mundo, com gente de todos os cantos se reunindo para ver desfile, ouvir samba, dançar nas ruas e festejar por dias. A cidade ganha vida enquanto milhares de pessoas celebram em trajes exóticos e brilhantes. É incrível, mas reserve suas acomodações com muitos meses de antecedência. As coisas enchem rápido!

2. Vá para o Pão de Açúcar

O famoso Pão de Açúcar é um dos destinos turísticos mais procurados da cidade. Tem 400 metros de altura e, em seu pico, a cidade inteira se desenvolve abaixo de você. Existem vistas espetaculares de Ipanema e da Baía de Guanabara, principalmente ao entardecer ou amanhecer. É preciso pegar o teleférico para chegar lá, que custa a partir de 99 BRL ($ 25 USD) na compra online. Caso contrário, é 110 BRL ($ 26,50 USD).

3. Ver Cristo Redentor

A estátua do Cristo Redentor de 30 metros de altura fica no topo do morro do Corcovado e pode ser vista de qualquer ponto do Rio. De seu ponto de vista, você pode contemplar as montanhas, a baía e toda a paisagem urbana, das favelas aos arranha-céus. É uma nova “maravilha do mundo” .

4. Vá às praias

Ipanema e Copacabana são as duas maiores praias e estão sempre cheias de gente. Os moradores do Rio são simplesmente deslumbrantes e gostam de exibir suas coisas em minúsculos maiôs. Ipanema tem restaurantes de luxo e vida noturna, enquanto Copacabana tem mais coisas para fazer (como pescar ou surfar). Para lugares mais tranquilos, confira a Praia Tijuca..

5. Assistir a um jogo de futebol

Fútbol (futebol) é religião aqui, e o caos e a agitação durante uma partida são contagiantes! O Maracanã, no Rio de Janeiro, é um dos maiores estádios do mundo, com capacidade para 100 mil torcedores. Os melhores jogos são os times locais (Flamengo, Vasco, Botafogo e Fluminês) porque você tem garantido um jogo cheio de cantos, torcidas e insultos. Os ingressos custam apenas 20 BRL ($ 6 USD).

Outras coisas para ver e fazer no Rio de Janeiro

1. Visite o Jardim Botânico

Para um momento de calma, siga para os jardins botânicos da cidade. Caminhe ao longo dos caminhos e trilhas sinuosas ou faça uma visita guiada gratuita aos jardins. Este local alberga mais de 8.000 espécies de plantas e foi projectado em 1808 por ordem do Príncipe Regente D. João. Os destaques aqui incluem um lago repleto de enormes nenúfares Vitória Régia, uma área fechada com mais de 600 espécies de orquídeas e uma estufa carnívora repleta de armadilhas de Vênus e jarros. Esse lugar fica super ocupado com as famílias nos finais de semana, então venha durante a semana. A admissão custa 15 BRL ($ 3,80 USD).

2. Veja o Zoológico da cidade do Rio

Se suas viagens não incluem uma viagem à Amazônia, você ainda pode experimentar os animais indígenas do Brasil no Zoológico de Rio City. Mais de 2.000 espécies vivem aqui, além de uma casa de répteis particularmente impressionante e aviário aberto com araras, tucanos e pássaros tropicais voando livremente ao redor. A admissão custa 20 BRL ($ 5 USD). O zoológico está aberto nos finais de semana e feriados (das 10h às 17h).

3. Aprenda o samba

Você ouvirá o samba tocando sem parar pelo Rio, especialmente durante o carnaval. O Rio de Janeiro é um dos melhores lugares do Brasil para aprender a dançar. Rio Samba Dancer é o meu preferido para as aulas em grupo para todos os níveis, especialmente para as aulas combinadas com passeios sociais a clubes de samba. As aulas custam cerca de 80 BRL ($ 20 USD).

4. Vá para a Ilha de Paquetá

A Ilha de Paquetá, na Baía de Guanabara, é uma das preferidas dos cariocas para fugir da agitação do centro da cidade nos finais de semana. É uma viagem de balsa de uma hora do Rio, e é composta principalmente de praias e pitorescas cidades coloniais. O transporte pela ilha é feito apenas a pé, de bicicleta ou em carroças puxadas por cavalos. Não há muito o que fazer aqui, mas esse é o ponto. A balsa custa R $ 12,20 (US $ 3), ida e volta.

5. Pegue o bonde Santa Teresa

Esse bonde circula pelo bairro de Santa Teresa desde 1859 e segue o mesmo trajeto desde então, saindo do centro da cidade, passando pelos Arcos da Lapa, passando pelo Parque das Ruinas com vista para o Rio. O bonde tem as laterais abertas, o que significa que você pode se inclinar sobre os arcos ao cruzá-los – é uma vista estonteante! Uma passagem de volta custa 20 BRL ($ 5 USD).

6. Visite a Escada Selaron

Localizada no bairro de Santa Teresa, esta escada tem centenas de degraus, todos pintados com mais de 2.000 peças de azulejos coloridos, mosaicos e espelhos. O artista principal, Jorge Selarón, construiu esta escada reunindo contribuições de artistas de 60 países diferentes. Ele também visitou antiquários e montes de lixo para encontrar peças para adicionar ao longo do tempo.

7. Explore o distrito de Arcos da Lapa

Para aqueles que amam a vida noturna, este é um distrito incrível para visitar em uma noite de sexta-feira! Bares, clubes e barracas de comida dominam a área e as festas de rua acontecem nos famosos arcos da Avenida Mem de Sá. Para música ao vivo, vá ao Circo Voador. Se você quiser experimentar a cena club, dê uma olhada no Rio Scenarium de três andares. Se você não gosta de festas, admire os fotogênicos Arcos da Lapa. Esses arcos datam de meados do século XVIII e já foram usados ​​como aquedutos.

8. Visite o Sítio Roberto Burle Marx

Esta casa de 100 acres pertence a um dos paisagistas mais famosos do Brasil, Roberto Burle Marx. Aqui você encontrará mais de 3.500 espécies de plantas e uma enorme coleção de suas obras de arte pessoais dentro da casa, bem como uma capela beneditina do século 17. Custa 10 BRL ($ 2,50 USD). As excursões estão disponíveis somente com hora marcada.

9. Visite o Mosteiro de São Bento

Concluída em 1641, esta igreja barroca colonial foi construída entre 1617-1641 no Morro de São Bentois. Embora o exterior seja simples, o interior é revestido de decoração a ouro, talhas em madeira de Frei Domingos da Conceição e Alexandre Machado e pinturas de José de Oliveira Rosa. Participe da missa de domingo e você ouvirá alguns cânticos gregorianos tradicionais.

10. Caminhada no Parque Nacional da Tijuca

O Parque Nacional da Tijuca é a maior floresta tropical urbana do mundo, estendendo-se por 8.300 acres. Durante a caminhada, você encontrará dezenas de cachoeiras e muita vida selvagem, incluindo 350 espécies diferentes de mamíferos, pássaros e répteis (incluindo macacos bugios, que só voltaram ao parque recentemente após um hiato de 100 anos). A caminhada do Corcovado (Christo) pelo Parque Lage e até o topo do Corcovado é uma subida íngreme, mas é sombreada e leva apenas cerca de três horas. Outra caminhada panorâmica é até o Pico da Tijuca, começando na Zona Norte do Rio e passando por cachoeiras e densa floresta tropical. Você terá vistas de Niterói e da Baía de Guanabara, e levará apenas cerca de duas horas para concluir tudo.

11. Vá para a Ilha Fiscal

Um pouco fora do centro da cidade do Rio é a Ilha Fiscal, um castelo neo-gótico em uma ilha isolada na Baía de Guanabara. Antigamente, era local de alfândega brasileira, mas hoje é uma obra de arte arquitetônica, com piso de mosaico, vitrais e uma tradicional Sala Cerimonial da Marinha. O acesso à ilha só é possível de escuna e ônibus do Museu Naval. A admissão custa 25 BRL ($ 6,30 USD).

12. Visite o Museu do Amanhã

O Museu do Amanhã (Museu do Amanhã) é um museu de ciências que tem como foco a ecologia, a sustentabilidade e o futuro do nosso planeta. Ultra elegante e moderno, o Museu do Amanhã tem visuais e simuladores de alta tecnologia que permitem que você considere o passado, o presente e o futuro do mundo. Embora possa parecer deprimente, é incrivelmente bem organizado, e toda a experiência irá mais do que cativar você. A entrada custa R $ 20 (US $ 5). É grátis às terças-feiras.

Custos de viagem para o Rio de Janeiro

Preços de albergues – Dormitórios grandes com 10 ou mais camas custam a partir de 33 BRL ($ 8 USD) por noite. Os dormitórios com seis a oito camas custam cerca de R $ 30 (US $ 10) por noite, enquanto um dormitório com quatro camas pode custar até 61 R $ (US $ 15) por noite.

Os quartos privativos standard ou duplos custam entre 75-180 BRL ($ 25-40 USD) por noite para duas pessoas.

Se você reservar sua cama com bastante antecedência para o Carnaval (cerca de seis meses), você terá mais opções. No entanto, os preços disparam – alguns dos dormitórios mencionados acima aumentam para R $ 203 ($ 50 USD) por noite ou mais durante o Carnaval! Outros dormitórios custam cerca de 81 BRL ($ 20 USD), mas, novamente, reserve com antecedência.

Preços de hotéis econômicos – Os preços de um quarto duplo em um hotel de duas estrelas giram em torno de R $ 75 ($ 25 USD) por noite no centro da cidade, mas esse preço pode quase dobrar em outros lugares como Copacabana.

Airbnb é outra opção acessível, com acomodação compartilhada (como um dormitório) a partir de 40 BRL ($ 10 USD) por noite. Para um quarto privado, espere pagar cerca de 81 BRL ($ 20 USD) por noite, enquanto você pode encontrar uma casa ou apartamento confortável por cerca de 346 BRL ($ 85 USD) por noite.

Durante o carnaval, os quartos privados saltam para cerca de 406 BRL ($ 100 USD) por noite e se esgotam rapidamente. No momento em que este artigo foi escrito, algumas datas exibiam apenas três quartos disponíveis no Booking.com.

Custo médio da comida – O Rio de Janeiro tem muitas opções de comida a preços acessíveis, incluindo comida de rua como pastéis e tapiocas por menos de 7,50 BRL ($ 2 USD) cada. Uma refeição em um restaurante barato vai custar cerca de 30 BRL ($ 8 USD), enquanto uma refeição no McDonald’s custa cerca de 26 BRL ($ 6,50 USD).

Uma refeição com dois pratos em um restaurante começa a partir de 60 BRL ($ 15 USD), e se você quiser uma cerveja para acompanhar, custa cerca de 8 BRL ($ 2 USD). Procure no cardápio feijoada – o prato nacional da feijoada carnuda do Brasil. Uma das melhores formas de comer no Rio é encontrar um restaurante por quilo, que deixe você pagar a refeição por peso (então pule o bife supergrosso!). O Restaurante Temperarte perto de Copacabana é uma ótima opção para provar isso!

Fazer compras na mercearia é muito barato, custando cerca de 81-122 BRL ($ 20-30 USD) por semana para pão, carne, vegetais e outros itens básicos.

Orçamentos sugeridos do Backpacking Rio de Janeiro

Se você está mochilando no Rio de Janeiro, meu orçamento sugerido é de cerca de R $ 224 ($ 55 USD) por dia. Isso pressupõe que você está hospedado em um dormitório de albergue, comendo comida de rua, cozinhando algumas de suas refeições, visitando algumas atrações (incluindo o teleférico para o Pão de Açúcar) e usando transporte local.

Um orçamento médio de cerca de 386 BRL ($ 95 USD) cobrirá a estadia em um hotel econômico de duas estrelas ou um quarto de albergue privado, comendo fora em todas as suas refeições em restaurantes de médio porte, algumas visitas guiadas e atividades e transporte público .

Por um orçamento de luxo de cerca de 915 BRL ($ 225 USD) por dia, você vai ficar em um hotel ou resort quatro estrelas na praia, comer fora em todas as suas refeições, desfrutar de muitas bebidas, pegar táxis para qualquer lugar ou alugar uma bicicleta, e aproveite todos os passeios e atividades que desejar.

Se você vier durante o carnaval, espere que os preços das acomodações e atividades aumentem significativamente (às vezes até quadruplicar), especialmente se você fizer reservas de última hora.

Você pode usar o gráfico abaixo para ter uma ideia de quanto precisa de orçamento diário, dependendo do seu estilo de viagem. Lembre-se de que essas são médias diárias – alguns dias você gastará mais, alguns dias você gastará menos (você pode gastar menos todos os dias). Queremos apenas dar uma ideia geral de como fazer seu orçamento. Os preços estão em dólares americanos.AlojamentoComidaTransporteAtraçõesCusto Médio DiárioMochileiro$ 10$ 10$ 10$ 25$ 55Intervalo médio$ 25$ 20$ 20$ 30$ 95Luxo$ 100$ 45$ 30$ 50$ 225

Guia de viagens do Rio de Janeiro: dicas para economizar dinheiro

O Rio oferece muitas atividades e atrações gratuitas para desfrutar, como praias e trilhas para caminhadas. Embora comida e acomodação não sejam baratos, existem maneiras de manter seus custos baixos. Aqui estão algumas das minhas maneiras de economizar dinheiro no Rio de Janeiro durante sua visita:

  1. Comer por quilo – Como no resto do Brasil, restaurantes que fazem você pagar por quilo pela comida é um bom negócio. Esteja atento para essas opções baratas.
  2. Visite o mercado – Se você estiver hospedado em um albergue com cozinha, é uma boa ideia estocar a comida do mercado e comer como os locais.
  3. Couchsurf – Nada é mais barato do que dormir de graça. O Couchsurfing conecta você com os habitantes locais que lhe darão não apenas um lugar grátis para ficar, mas também um guia turístico local que pode apresentá-lo a todos os ótimos lugares para ver.
  4. Dias livres nos museus – Quase todos os museus do Rio têm um dia livre para visitar todas as semanas. Verifique o site deles para obter detalhes!
  5. Faça um passeio a pé gratuito – Existem muitos passeios excelentes gratuitos a pé no Rio, incluindo passeios gratuitos a pé, Rio a pé e Strawberry Tours.
  6. Evite o Carnaval – Por mais emocionante que seja o Carnaval, visitar o Rio em qualquer outra época do ano é igualmente mágico e vai economizar muito dinheiro para você.
  7. Embale uma garrafa de água – uma garrafa de água com um purificador será particularmente útil aqui. Economize dinheiro e milhares de garrafas plásticas e obtenha uma garrafa que pode purificar a água da torneira para você. Minha garrafa preferida é LifeStraw (US $ 49,99).

Onde Ficar no Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro é uma cidade extensa. Ao pesquisar seu albergue, certifique-se de encontrar um bairro que atenda às suas necessidades, seja no centro da cidade ou próximo à praia. Caso contrário, você gastará muito dinheiro em táxis e ficará sentado no péssimo trânsito da cidade. Aqui estão meus lugares favoritos e sugeridos para ficar:

Como se locomover no Rio de Janeiro

Ônibus – O BRS (Bus Rapid System) do Rio possui rotas rápidas e confiáveis ​​em Copacabana, Barra, Ipanema e Leblon. As tarifas custam a partir de R $ 3,50 (US $ 0,86) por viagem. Você terá que fazer sinal para um ônibus acenando para o motorista. Caso contrário, o Metrô Na Superfície transporta os passageiros entre as estações de metrô, mas geralmente eles estão muito lotados. Uma única viagem de metrô custa R $ 4,30 ($ 1,06 USD), incluindo a viagem de ônibus e metrô.

Metrô – O Rio de Janeiro possui três linhas de metrô muito eficientes. A Linha 1 vai de Ipanema à Zona Norte, enquanto a Linha 2 vai de Botafogo à Pavuna (com o estádio do Maracanã a caminho). A linha 3 circula entre Ipanema e a Barra da Tijuca. Você pode obter um cartão pré-pago em qualquer quiosque e recarregá-lo com no mínimo 5 BRL ($ 1,23 USD). Uma única viagem de metrô custa R $ 4,30 ($ 1,06 USD).

Eléctrico – A única linha de eléctrico remanescente no Rio é a famosa linha de Santa Teresa, que sai da estação de eléctrico no Centro e atravessa os Arcos da Lapa, o Parque das Ruinas, e depois faz a volta no Largo do Guimarães. Uma passagem de volta custa 20 BRL ($ 5 USD).

Bicicleta – O Rio tem várias ciclovias ao longo de suas principais áreas de praia, então aproveite o esquema de compartilhamento público do Bike Rio. Você pode alugar bicicletas por cerca de 20 BRL ($ 4,90 USD) por hora para navegar pelos caminhos entre Copacabana e Ipanema.

Balsa – Você pode pegar uma balsa para conhecer vários destaques do Rio, como Ilha Fiscal, Ilha de Paquetá e Niterói. Os preços dos ingressos começam a partir de 12,20 BRL ($ 3 USD) de ida e volta.

Táxis – Os táxis custam a partir de 5,50 BRL ($ 1,35 USD) e custam um adicional de 2,50 BRL ($ 0,65 USD) por quilômetro. Essa tarifa aumenta para 3 BRL ($ 0,75 USD) por quilômetro à noite e aos domingos.

Use os aplicativos 99Taxis ou Easy Taxi para obter um táxi seguro com taxímetro.

Uber – O Uber está disponível no Rio de Janeiro. Você pode economizar $ 5 em sua primeira viagem no Uber com este código: jlx6v.

Quando ir para o Rio de Janeiro

Se você quiser fugir das frias temperaturas de inverno da América do Norte, entre dezembro e março é quando o Rio está mais quente e ensolarado. Não chove muito durante esses meses e as temperaturas tendem a ficar em torno de 32 ° C (90 ° F) ou mais a cada dia.

O outono (abril e maio) e a primavera (outubro e novembro) oferecem temperaturas ligeiramente mais frias, geralmente na casa dos 80 ° F (meados dos 20 ° C). Embora o Rio seja movimentado o ano todo, você evitará a loucura do turismo de pico visitando durante estes meses.

Durante o carnaval de fevereiro, os preços disparam e as acomodações se esgotam muito rapidamente. Você deve considerar reservar sua viagem por pelo menos seis meses (até um ano) antes do Carnaval para obter as melhores ofertas e lugares para se hospedar. Vale a pena experimentar!

Como se manter seguro no Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro tem muito crime e não é a cidade mais segura do mundo. Sua maior preocupação aqui são os pequenos crimes, especialmente após o anoitecer em destinos turísticos populares.

Não ande sozinho à noite.

Pegue táxis à noite.

Não deixe muitos objetos de valor fora.

Não aceite bebidas de estranhos.

Não deixe nada sem vigilância na praia.

A menos que você esteja em uma excursão guiada, evite as favelas. As favelas são onde ocorre o maior índice de criminalidade na cidade, e você não deveria explorar por conta própria.

Se você está preocupado em ser enganado, leia sobre os 14 golpes de viagem a serem evitados aqui.

Sempre confie em seu instinto. Evite áreas isoladas à noite e esteja sempre atento aos arredores. Faça cópias de seus documentos pessoais, incluindo seu passaporte e identidade.

Se você não faz em casa, não faça no Rio de Janeiro! Siga essa regra e você evitará ser vítima de um pequeno crime.

O conselho mais importante que posso oferecer é comprar um bom seguro de viagem. O seguro de viagem o protegerá contra doenças, ferimentos, roubo e cancelamentos. É uma proteção abrangente caso algo dê errado. Nunca viajo sem ele, já que tive que usá-lo muitas vezes no passado.

Leave a Comment

close